10 dicas antes de viajar para fora

Dicas de viagem: viajar para fora pode ser o sonho de muitos, mas requer alguns cuidados

Talvez essa seja a primeira vez que você vai viajar para fora, ou talvez você já seja um viajante experiente, mas não custa relembrar algumas dicas importantes antes de encarar essa jornada internacional. Aqui vão 10 dicas para você seguir ANTES de viajar para fora do Brasil:

1 – Faça cópias do seu passaporte

O passaporte é o seu item mais valioso numa viagem internacional, então todo cuidado com ele é realmente pouco. Perdê-lo é a pior coisa que pode acontecer a um viajante. Ainda no Brasil, tire cópias coloridas das principais páginas de seu passaporte, aquelas que contém identificação, carimbo de entrada no país e visto, no caso de seu destino exigi-lo.

Mas vão aceitar cópias nos países estrangeiros? Sim, mas não. Enquanto seu passaporte original fica seguro no hotel ou onde quer que você se hospede, você deve andar com as cópias e um outro documento de identificação, como o RG ou a CNH, e apresentá-los juntos sempre que solicitado.

Se você tem medo de ser parado e não aceitarem as cópias do seu passaporte, outra possibilidade é levá-lo consigo e manter as cópias em um local seguro ou até mesmo digitalizadas em seu e-mail para facilitar a emissão de um novo documento em caso de perda do original.

2 – Faça as contas e converta as moedas

Antes de embarcar é importante fazer as contas para não passar apertos numa terra que nem é sua. O ditado dos viajantes, “quem converte não se diverte”, não é bem real assim. Especialmente na fase de planejamento de sua viagem, é imprescindível fazer a conversão de moedas para se divertir sem preocupações. Imagine que tenso descobrir apenas na Europa que R$ 1,00 equivale a somente 24 centavos de euros. Você pode fazer a conversão aqui.

3 – Certifique-se de que seu cartão de crédito vai funcionar em países estrangeiros

Para ter essa garantia, entre em contato com a operadora de seu cartão de crédito e informe que está prestes a embarcar numa viagem internacional. Muitos cartões, apesar de serem taxados como “internacionais”, permanecem bloqueados até o desbloqueio desse serviço por parte do cliente.

4 – Sempre tenha dinheiro local

Não são todos os lugares que aceitam cartões de crédito, especialmente ônibus, trens e até táxis. Vá a uma casa de câmbio antes de sua viagem e troque o real pela moeda de seu país de destino.

5 – Crie um roteiro de viagem

Por mais que sua viagem mude ao longo do trajeto – o que sempre acontece -, é preciso criar um roteiro antes de embarcar. Isso faz com que você não pareça uma barata tonta sem saber para onde ir quando aterrissar. Pesquise locais que gostaria de visitar, a proximidade entre eles, passagens, como chegar, etc.

6 – Compre ingressos antecipadamente

Você já sabe que vai ter jogão que adoraria ir? Já garanta os ingressos com antecedência, comprando-os aqui mesmo do Brasil. A internet é um campo aberto para isso, e, na maioria das vezes, é possível comprar entradas para shows, peças de teatro, museus, corridas e jogos lá do outro lado mundo. Isso vai lhe poupar tempo nas filas e garantir o ingresso para um evento que talvez se esgotasse se você deixasse para comprar in loco na última hora.

7 – Compre adaptadores de tomadas

Com essas mudanças no Brasil, é bem provável que você já tenha adaptadores de tomadas em casa, mas se não tem, pesquise os mais utilizados no seu país de destino, e certifique-se de comprá-los antes de sua viagem.

8 – Confira a voltagem de seus equipamentos eletrônicos

Ok? Não deixe de conferir se seus equipamentos eletrônicos são de 110 v ou 220 v, porque nada pior do que vê-lo fritando em terras estrangeiras. Pesquise na internet qual a voltagem mais utilizada no seu país de destino. Se os equipamentos forem bivolts, maravilha!

9 – Confira os planos internacionais para seu celular

Se você faz questão de estar 100% do tempo conectado com o mundo através de seu celular, cheque com a sua operadora os planos internacionais disponíveis, mas fique bem atento porque eles podem sair os olhos da cara, e, em tempos de crise, ninguém quer gastar muito, não é mesmo? E lembre-se de que, possivelmente, sempre vai ter um wi-fi no hotel ou num café para te salvar.

10 – Leve snacks na mala

Você está num país estrangeiro, e comer às vezes pode ser uma tarefa mais difícil do que se pensa. Previna-se! Leve snacks práticos na mala para matar a fome entre uma atividade e outra ou enquanto você anda quilômetros em busca do restaurante perfeito.

Foto: Pixabay

Compartilhe:
Fernanda de Lima

Fernanda de Lima

Editora Guia dos Esportes