Nas paredes do Beira-Rio, a herança colorada

A reforma do Beira-Rio não passou por cima da alma do estádio

Na “Visita Colorada”, o tour guiado pelo Beira-Rio, os visitantes vão descobrir alguns fatos curiosos, como, por exemplo, a origem das paredes do anel que dá acesso às arquibancadas.

Considerado “simples” demais para os novos padrões de arenas espalhadas pelo Brasil, as paredes do túnel não perderam sua essência com a reforma do Beira-Rio. O local conserva os tijolos utilizados na construção do estádio, que, na época, foram doados por torcedores do Internacional.

Um acabamento que seria de primeiro mundo preferiu dar lugar à rica herança Colorada no Gigante da Beira-Rio, que começou a ser construído em 1959. Modernizar-se sem perder a sua “alma” não é para poucos.

Foto: Fernanda de Lima | Guia dos Esportes

Compartilhe:
Fernanda de Lima

Fernanda de Lima

Editora Guia dos Esportes