Saiba quais são os padrões FIFA

De conforto a segurança: para ser um estádio “Padrão FIFA” é preciso seguir muitas recomendações

Desde 2013, ano em que a Copa das Confederações foi disputada no Brasil, a expressão “Padrão FIFA” ganhou força no País. A expressão remete à qualidade e organização dos eventos sob o domínio da FIFA, a Federação Internacional de Futebol.

LEIA MAIS: Brasil tem 789 estádios reconhecidos pela CBF

Nas instalações esportivas, o “Padrão FIFA” sugere estádios impecáveis, assentos marcados, orientadores em todo o local, entre outras facilidades para o espectador. O tal selo de qualidade da federação mais importante do mundo esportivo, no entanto, tem padrões, ou melhor, exigências realmente definidas. O cumprimento dessas exigências tornam os estádios aptos a receberem eventos grandiosos como uma Copa do Mundo.

Saiba quais são os principais requisitos para um estádio se encaixar no “Padrão FIFA”:

Dimensões dos campos

O padrão adotado pela FIFA exige que o gramado dos estádios de futebol tenha dimensões de 105 metros de comprimento por 68 metros de largura. A FIFA sugere que não haja barreiras entre o campo e as arquibancadas. Dessa forma, para evitar invasões, recomenda-se a presença constante de seguranças e policiais.

Capacidade

De acordo com as normas da FIFA, um estádio deve ter capacidade de, no mínimo, 30 mil lugares sentados para receber uma partida de futebol internacional, e, ainda, mínimo de 50 mil para receber uma final de Copa das Confederações, e mínimo de 60 mil para ter o privilégio de sediar uma decisão de Copa do Mundo.

Iluminação

Para evitar apagões prolongados, o estádio deve contar com sistema de geradores de energia com capacidade para funcionar por 3 horas.

Localização

O estádio deve ser de fácil acesso por meio de transporte público e ter estacionamento para carros e ônibus no entorno, além de hotéis, centros comerciais e aeroportos nas proximidades. Heliporto no estádio ou bem próximo a ele também é recomendado.

Os estádios com capacidade para 60 mil torcedores devem ter, no mínimo, 10 mil vagas de estacionamento para carros e 500 para ônibus. Eles podem ser adjacentes ao estádio ou num raio de até 1,5 km.

FORA DOS PADRÕES: Sete estádios de Laos para você conhecer

Segurança

A segurança também é primordial no “Padrão FIFA”. E isso deve ser considerado já no projeto de construção do estádio, com itens como escadarias, portões e corredores completamente livres de obstáculos. Os estádios devem contar com uma sala de controle com visão panorâmica, assim como câmeras de vigilância interna e externa. Sala de primeiros socorros é exigência básica.

Vestiários e acessos

Jogadores e arbitragem devem ter à disposição uma área de entrada segura e exclusiva, com espaço suficiente para circulação de carros, ônibus e ambulâncias.

Os vestiários, tanto para times da casa quanto para visitantes, devem ter, no mínimo, 150 m² e também itens de conforto idênticos para ambos.

O túnel de acesso ao campo de jogo deve ter, no mínimo, 4 metros de largura por 2,2 metros de altura. Para sediar partidas internacionais, o recomendado pela FIFA é o mínimo de 6 metros de altura.

Áreas de aquecimento devem ter a partir de 100 m².

CONFIRA TAMBÉM: Os nomes de estádios mais curiosos do Brasil

Conforto

Para o conforto dos espectadores, um estádio adaptado ao “Padrão FIFA” é, desejavelmente, coberto, tem assentos individuais e afixados à estrutura da arquibancada, com largura mínima de 47 cm, encosto de ao menos 30 cm de altura e distância mínima de 85 cm de assento a assento.

A visão do campo deve ser perfeita de qualquer setor do estádio e as placas de publicidade devem ter altura máxima de 100 cm. As normas de acessibilidade devem ser adotadas com portão de entrada exclusivo, rampas para cadeirantes, banheiros adaptados, assentos para acompanhantes, tomadas elétricas e serviço de apoio.

Mídia

As cabines de imprensa devem ter localização central no estádio, com uma mesa para cada estação, provida de tomadas de energia, conexão de modem e telefone e uma televisão para cada oito estações.

As cabines de televisão e rádio também devem ter localização central, com estações separadas e proteção acústica. O local deve contar com telefone, tomadas de energia e uma televisão para cada estação.

Para o “Padrão FIFA”, a sala de coletiva de imprensa deve ter, no mínimo, 100 m² e aproximadamente 100 assentos. A zona mista, área entre os vestiários e a saída dos jogadores, deve comportar ao menos 250 profissionais de comunicação.

Compartilhe:
Redação

Redação

Guia dos Esportes - Conhecendo o mundo através do esporte