Parque Farroupilha

Parque Farroupilha é o mais tradicional de Porto Alegre

Já visitou o Beira-Rio e a Arena do Grêmio, e agora quer conhecer um pouco mais de Porto Alegre? Um parque é sempre uma boa pedida. Hoje conhecido como Parque da Redenção ou Farroupilha – este segundo o seu nome oficial -, o local já foi chamado de Potreiro da Várzea, Campos da Várzea do Portão, Campos do Bonfim e Campos de Redenção. Em 1997, o parque foi tombado como patrimônio histórico, cultural, natural e paisagístico de Porto Alegre.

O Farroupilha é, sem dúvida, um respiro na capital porto-alegrense, bem arborizado e com espaço para diversas atividades. Ah! Uma coisa bem bacana é que o local é inteiramente aberto, sem cercas, muros ou portões ao seu redor. Andar de bicicleta – que podem ser alugadas ali mesmo -, patins e correr são atividades bem comuns por lá. As crianças também têm vez no local, com uma área dedicada especialmente a elas.

É certo que o parque precisa de uma atenção maior por parte da prefeitura, um pouco abandonado e mal cuidado em determinadas áreas. É fácil encontrar árvores caídas durante o passeio, e mesmo quem é de fora percebe que elas não estão ali há pouco tempo, não.

O Parque Farroupilha, ainda que não em sua estrutura atual, faz parte de Porto Alegre desde 1807 quando foi doado à cidade pelo então governador do estado Paulo José da Silva Gama. O mais tradicional espaço de lazer ao livre da capital oferece também diversas opções de lanchonetes ao seu redor.

Onde fica? Av. João Pessoa, s/n – Cidade Baixa, Porto Alegre – RS

Confira algumas fotos (clique para ampliá-las) do Parque Farroupilha (perdão pela qualidade, porque escolhi conhecê-lo da melhor forma: correndo):

Compartilhe:
Fernanda de Lima

Fernanda de Lima

Editora Guia dos Esportes