Ponte Hercílio Luz: patrimônio histórico ameaçado

Inaugurada em 1926 e desativada desde a década de 1980, Ponte Hercílio Luz é o principal símbolo de Florianópolis

A ponte, hoje desativada e que enfeita a já bonita cidade de Florianópolis em Santa Catarina, é um ícone não só da cidade mas também da história da engenheira no Brasil.

Com as obras de sua construção, iniciadas em 1926, pelo então governador do estado, Hercílio Luz, a ponte foi uma grande inovação para a época. Projetada pelos engenheiros norte-americanos Robinson e Steinmann, todo o material utilizado nela também veio dos Estados Unidos.

Para o governo de Hercílio Luz, a ponte daria a Florianópolis condições de tornar-se a capital do estado num momento em que todos consideravam a ideia inviável já que encontrava-se longe do centro administrativo e podendo ser acessada apenas por meio de balsas.

A ponte, a primeira a fazer a ligação terrestre entre a ilha e o continente, daria independência a Florianópolis, e seria assim nomeada, “Ponte da Independência”, não fosse a morte de seu maior defensor, Hercílio Luz, mesmo antes de sua inauguração em 1926.

A Ponte Hercílio Luz ainda é uma das maiores pontes pênseis do mundo e a maior do Brasil, com um total de:

  • 819,471 m de comprimento;
  • 259 m de viaduto insular;
  • 339,471 m de vão central;
  • 221 m de viaduto continental.

A sua estrutura de aço pesa aproximadamente 5 mil toneladas e as duas torres de sustentação medem 75 m acima do nível do mar.

Em 1982, por medidas de segurança, a ponte foi fechada para o trânsito tanto de automóveis quanto de pedestres e foi tombada como patrimônio histórico e artístico. Entre 1988 e 1991, a Ponte Hercílio Luz foi aberta para a travessia de pedestres, e desde então desativada em definitivo.

Desde 1982, o símbolo da cidade de Florianópolis passa por reformas sem previsão de término. Documentos do Ministério Público de Contas de Santa Catarina de setembro de 2015 apontam que já foram gastos mais de R$ 563 milhões com a revitalização da ponte. No entanto, especialista consideram a sua revitalização inviável, tanto do ponto de vista financeiro, já que acredita-se que 11 dos governos que estiveram em vigência desviaram verba da reforma quanto do ponto de vista estrutural.

Um dos pontos para avistar a ponte e tirar boas fotos do monumento histórico é o mirante da Ponte Hercílio Luz, no centro de Florianópolis.

Foto: Prefeitura de Florianópolis

Compartilhe:
Fernanda de Lima

Fernanda de Lima

Editora Guia dos Esportes